Páginas

sábado, setembro 10, 2011

O sol e o amor.

Tumblr_lr7tdq4qx71qbf2dso1_400_large
Aquela tarde ensolarada mudou minha vida. Eu disse tarde? Na verdade não lembro muito, mas sei que estava ensolarada. Mas acho que era uma manhã. Era uma manhã, sim, era uma manhã. Quase de tarde.
Depois de um rápida troca de torpedos, eu sabia que você tinha sacado tudo. Foi para aquele lugar e me esperou lá como se não quisesse nada. E aconteceu aquele beijo tão esperado e inesperado ao mesmo tempo. Que há tempos sonhávamos e falávamos, mas nada saia do papel. Aliás, do tela e teclado.
E naquela hora, ao te ver fechar os olhos e sentir meus olhos fecharem também, aconteceu um terremoto interno. Que bagunçou toda aquela organização e certeza de meses até aquele dia. Que virou tudo de cabeça para baixo.

Hoje, depois de muitas discussões, choros e brigas, não sei como isso funciona ainda, mas não fecho os olhos sem ter os teus abertos aqui dentro. De minha cabeça, de meu coração. Teus olhos claros e atentos estampando tua pele branca e linda. Como um anjo. Como o meu anjo.
Como essa pessoa que não desejo perder nunca.

Ainda fico boba com minhas atitudes de criança quando você diz algo que não me agrada. Quando eu crio coisas em minha cabeça apenas para me satisfazer do que não sei. Fico boba quando de uma hora para outra percebo como te amo e como estou agindo cegamente. E como ajo com a razão de repente, e continuo loucamente apaixonada.

Loucamente. Dizendo isso pareço até algum tipo de doente. Mas acho que isso é mesmo doença. Persuadir, falar, brincar, se soltar, desabafar, chorar, brigar, tentar. Amar, amar e amar.

Ainda penso nesse incrível fato de todas as vezes que você vem me ver acontecer de estar uma manhã - ou era tarde? - tão ensolarada como aquela. De como de repente, percebemos que sim, fomos feitos um para o outro. E que hoje, te amo mais que ontem, e que amanhã... ah, essa parte você já sabe!

2 comentários:

Rafael Sobral disse...

"Depois de um rápida troca de torpedos, eu sabia que você tinha sacado tudo. Foi para aquele lugar e me esperou lá como se não quisesse nada. E aconteceu aquele beijo tão esperado e inesperado ao mesmo tempo. Que há tempos sonhávamos e falávamos, mas nada saia do papel. Aliás, do tela e teclado." Esse trecho, DEFINE TUDO... Muito digno o post!

Beatriz Leite. disse...

Obrigada Rafaaaa =P