Páginas

quarta-feira, setembro 07, 2011

Série Profissões: Modelos na Moda

Abandonei esta tag por falta de tempo de pesquisar e elaborar os posts, mas estou organizando uma agenda para o blog não ficar tão desorganizado nesta questão tá?

Resolvi falar sobre a profissão de Modelo porque sei que é um sonho de muitas meninas por aí e também existe uma imagem muito distorcida para algumas pessoas sobre a mesma.
3023666804_1_6_t0ztkqmc_large
''Um modelo é uma pessoa que disponibiliza a sua imagem para ser registrada em fotografia, pintura, escultura ou desenho. Nesse registro, o objetivo não é a pessoa em si nem a sua personalidade, mas sim outra personagem mais ou menos definida (pelo diretor de cena, que pode ser o fotógrafo, o pintor, o escultor ou o desenhista), para o qual o modelo normalmente representa.''

Tumblr_lq1vo5nlmo1qcpuybo1_500_large
Manequim é ainda o termo empregado em Portugal para designar o profissional que se veste ou usa roupas e acessórios de determinada marca ou estilista para desfilar perante potenciais clientes num palco próprio, chamado de passarela. Comum no Brasil nas décadas de 1960 e 1970, o termo caiu em desuso na década de 1980, dando lugar às denominações Modelo de passarela (ou Modelo fashion), para designar os profissionais que faziam ambos (fotos e passarela), e modelo fotográfico, para os que faziam apenas poses para fotos de editorias, capas, filmagens de produtos comerciais etc., mas não desfilavam, geralmente por falta de estatura. A fotografia de modelos pode ter fins artísticos, experimentais, de entretenimento ou comerciais. Comercialmente é comum utilizar-se modelos para associar a um produto ou serviço, uma ideia de beleza ou êxito.
Na década de 1980, surgiu o fenômeno top model, um grupo de modelos destacados (como Cheryl Tiegs, Cindy Crawford, Christie Brinkley, Elle MacPherson, Claudia Schiffer, Naomi Campbell, Linda Evangelista, entre outras) que viraram celebridades em suas carreiras. Mais tarde, em meados nos anos 90, o termo supermodelo começou a ser mais empregado para se referir a esse tipo de profissional bem-sucedido.
No início dos anos 2000 uma revista inglesa[carece de fontes] criou a terminologia übermodel para designar especificamente o sucesso atingido pela modelo brasileira Gisele Bündchen, inédito até então. Übermodel (do alemão über = sobre, mais o termo inglês model = modelo) designa a modelo que faz mais sucesso, é a mais requisitada e conseqüentemente a mais bem paga em seu momento na indústria da moda.
Para além desses termos, há na moda a categoria New Face, que são modelos recém-engajados, que têm potencial mas poucos meses de carreira e estão se profissionalizando. Geralmente disputaram grandes competições de beleza, como o Supermodel of the World ou o Elite Model Look. Já o modelo de prova é o profissional usado por indústrias de confecção para fazer a prova do molde que será usado para a confecção em série.
1245205-12-1315411408037_large
Profissionalização: A profissionalização no mercado da moda está ao alcance daqueles que conseguirem destacar-se por uma beleza excepcional, junto com carisma, personalidade marcante e profissionalismo. Vencer um dos concursos de beleza do mercado e ter as características físicas procuradas no momento pelas indústrias da moda ou da publicidade facilita o ingresso — embora não garanta a permanência.
Sendo assim, para se tornar um modelo, alguns pré-requisitos indispensáveis são exigidos por todas a agências sérias do mercado. Contudo, as exigências dependerão de cada segmento (moda, publicidade ou arte), visto que modelos artísticos ou de provas tendem a ter um perfil menos específico ou exigente.

Perfil feminino ideal:
Mínimo de 1,75 m de altura
Quadril de no máximo 90 cm
Ter entre 14 e 25 anos para iniciar a carreira
Corpo delgado e pernas longilíneas (quando medidas da virilha ao calcanhar, as pernas devem equivaler à metade da extensão total do corpo)
Manequim 36 a 38

Perfil masculino ideal:
Mínimo de 1,83 m de altura
Corpo definido (pouca porcentagem de gordura), sem ser musculoso nem forte
Ter entre 17 e 21 anos para iniciar a carreira
Manequim 38 a 42
(Fonte: Wikipedia)


As exceções

Há um tipo de modelo que quase sempre existiu (lembra das pin ups?) e que hoje está voltando para as passarelas super em alta! As modelos gordinhas ( não lembro o nome dado a esse tipo de modelo), mas elas tem os números maiores que os 'ideais' para as agências de modelos magérrimas, porém continuam lindas e mostrando por aí que não é preciso ter um super corpo para ter estilo e mostrar bom gosto! Els são um tipo de incentivo para a moda e segmento de estilo para nós, meninas mais cheinhas =)

Não caia em roubadas

Muito cuidado para quem entra na área de modelagem, pois existem muitos riscos. Como agências com picaretagem, assédios, relacionamentos no trabalho, etc. Para ficar mais precavida, leia essa coluna no M de Mulher: AQUI.

Veja um pouco do trabalho de algumas modelos:
Tumblr_lp4zy98zhm1qax0bvo1_500_large
Tumblr_liwoxlja5t1qe8luao1_500_large
Tumblr_lr5vg3kcgk1r112eqo1_500_large
Tumblr_lqpz4pmncp1r2v572o1_500_large
138866670_tzmyfj9r_c_large
31173976_l8vcymex_c_largeTumblr_lmehsopkmk1qi15f4o1_400_large
Tumblr_lr5u2niq9l1qcusfco1_500_large

3 comentários:

Finíssimas Fashion disse...

è uma profissão pra qm realmente que, e tem perfil. Trabalhei 1 ano como modelo por agencia, e foi assim que comecei a gostar de moda.
Hj eu trabalho com moda, mais nao como modelo. =)

http://fashionfinissima.blogspot.com/

Finíssimas Fashion disse...

è uma profissão pra qm realmente que, e tem perfil. Trabalhei 1 ano como modelo por agencia, e foi assim que comecei a gostar de moda.
Hj eu trabalho com moda, mais nao como modelo. =)

http://fashionfinissima.blogspot.com/

Beatriz Leite. disse...

:DD